(11) 3644-6962
Cirurgias
Crosslink

O mais completo e versátil sistema para remodelamento corneano atualmente. O ceratocone é uma das doenças mais comuns quando falamos em saúde dos olhos: quase todo mundo conhece alguém que passa por esse problema, que é progressivo e atinge aproximadamente uma a cada duas mil pessoas.

Essa doença altera a elasticidade e resistência da córnea, tornando-a mais fina e alterando seu formato, o que impossibilita a pessoa de enxergar direito. Há perda da acuidade visual, especialmente na visão noturna e alguns podem desenvolver fotofobia.

O crosslinking é um tratamento cirúrgico que permite aumentar a resistência da córnea, deixando-a mais estável. Por meio dessa técnica, é possível retardar ou até parar os danos causados pelo problema, evitando, assim, a perda da acuidade visual e até a necessidade de um futuro transplante de córnea.

Uma das vantagens do crosslinking é que mesmo pacientes que já fizeram cirurgias prévias nos olhos podem se valer de seus benefícios. Ele fortalece a estrutura corneana por meio da indução de ligações entre as moléculas que a compõem. As fibras de colágeno darão mais sustentação e ficarão mais unidas.

O crosslinking serve para estabilizar o ceratocone, atuando no colágeno corneano.

A cirurgia é minimamente invasiva e pode ser feita apenas com anestesia tópica, usando colírios. O procedimento dura em torno de uma hora, e o paciente é dispensado imediatamente, sem necessidade de internação, repouso e jejum.

A técnica consiste na aplicação de um colírio especial à base de riboflavina (vitamina B), que, posteriormente, é ativado por um feixe de luz ultravioleta. Isso estimula a contração e união das fibras de colágeno, o que aumenta a resistência da córnea e reforça sua estrutura. Esse procedimento minimiza consideravelmente as chances de progressão do ceratocone e pode retardar sua evolução — até mesmo estagná-lo.

O último passo, depois da aplicação da luz, é a colocação de uma lente de contato terapêutica. Ela atuará como uma espécie de curativo sobre a retina, enquanto o epitélio cicatriza. Esse processo leva em torno de sete dias e, depois desse prazo, a lente deve ser retirada.

Logo depois da cirurgia, é provável que a visão fique um pouco embaçada. A recuperação da visão acontecerá gradualmente. Em geral, ela volta ao normal depois de 30 dias. As pesquisas realizadas até agora apontam que o crosslinking pode estabilizar o ceratocone em até 90% dos casos.



Agende seu Exame agora
Nosso Endereço
Av. Imperatriz Leopoldina, 957 - Cj. 503
CEP 05305-001
São Paulo

Telefone
(11) 3644-6962

Fique por dentro

Todas as informações contidas nesse site tem carácter informativo e educacional.
Nenhuma providência deverá ser tomada sem consultar o seu oftalmologista, pois somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.
www.industriadesite.com.br